Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

A prefeitura de Porto Alegre, através de seus canais de comunicação, esclareceu que a vacinação contra a Covid-19 com a segunda dose está sendo feita, porém informou que os estoques de imunizante para este fim estão reduzindo. Isso se deve ao fato de que houve, anteriormente, uma sinalização do Ministério da Saúde de que as remessas seriam suficientes, o que não se concretizou. Os últimos lotes vieram com um quantitativo menor que o esperado para a aplicação do complemento do imunizante.

Segundo a Diretoria de Vigilância em Saúde, embora a vacinação para segunda dose esteja em curso, a previsão é que o estoque atual se esgote no máximo até a próxima quarta-feira (28). A expectativa é que as próximas remessas corrijam esta distorção.

Parte da redução no quantitativo pode ser atribuída ao atraso, há algumas semanas, no recebimento de matéria prima para produção de vacinas no Instituto Butantã, que reduziu muito o ritmo na linha de produção por um certo período, afetando a capacidade de entrega do Ministério para os municípios. Também pesa nesta diminuição da oferta a orientação do próprio Ministério da Saúde aos municípios para que usassem para primeira dose os estoques reservados para a segunda.

Força-tarefa

A Secretaria de Saúde, através da Diretoria de Atenção Primária à Saúde, promoveu uma força-tarefa para identificar pessoas que já deveriam ter tomando a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Este trabalho foi baseado no banco de dados do SI-PNI (Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações) e do E-SUS, além de ligações telefônicas. Os drive-thrus também tiveram papel importante nesta busca, pois passaram a ser informatizados para registro em tempo real no sistema. O resultado apareceu no Vacinômetro no período de 9/04 a 25/04, onde o registro de 79.582 segundas doses comprova a resposta da população aos apelos da SMS para completar a imunização.

PMPA