Foto: Reprodução | Instagram

Caso Henry: Mãe fez selfie na delegacia ao depor sobre morte do filho; veja a foto

Na imagem recuperada pela polícia, Monique posa com um sorriso discreto e os pés sobre a cadeira; autoridades apontam que ela também foi ao cabelereiro após o enterro da criança

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A mãe do menino Henry Borel Medeiros, Monique Medeiros de Almeida, tirou uma selfie com seu celular na 16ª Delegacia de Polícia (DP), na Barra da Tijuca, no dia em que prestou seu primeiro depoimento à Polícia Civil do Rio de Janeiro após a morte da criança. A imagem foi recuperada pela polícia, que apreendeu o celular da mulher. Na foto, registrada nove dias após o óbito do filho de quatro anos, Monique aparece ao lado de um homem, com um sorriso discreto e os pés sobre a cadeira. A polícia ainda apontou que, no dia seguinte ao enterro de Henry, ela gastou R$ 240 com os serviços de manicure, pedicure e escova em um cabelereiro na Barra da Tijuca.

Monique e seu namorado, o vereador Dr. Jairinho (sem partido), foram presos nesta quinta-feira, 8, por tentativas de atrapalhar as investigações sobre a morte de Henry. O casal é suspeito por homicídio duplamente qualificado, ou seja, por matarem a criança com o emprego de tortura e sem chance de defesa. Ambos negam o crime, mas o delegado Henrique Damasceno, responsável pelo caso, afirmou que “não resta a menor dúvida” que a mãe e padrasto do menino tenham causado sua morte. Na madrugada de 8 de março, o casal levou Henry Borel já sem vida ao Hospital Barra D’Or, na Barra da Tijuca. O garoto apresentava hematomas e hemorragia. Segundo a versão contada por Monique e Jairinho à polícia, no momento do ocorrido, eles assistiam televisão na sala, quando ouviram um barulho e foram até o quarto em que Henry dormia para verificar o que havia acontecido. Ao entrar no cômodo, Monique afirmou que encontrou o filho “desacordado, com os olhos revirando e sem respirar”. Ela também relatou acreditar que as lesões no corpo do garoto tenham sido causadas por uma queda, já que Henry teria acordado, ficado em pé na cama, se desequilibrado – ou tropeçado no encosto da poltrona, e caído no chão.

Confira a selfie feita por Monique Medeiros na delegacia:

Foto: Divulgação | Polícia Civil