Imagem: Freepik

YouTube vai remover vídeos sobre remédios sem eficácia contra covid

Segundo a plataforma, a regra está alinhada às orientações das autoridades de saúde globais

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O YouTube anunciou que vai excluir vídeos que recomendem o uso de cloroquina ou ivermectina para o tratamento ou prevenção da covid-19. Segundo a plataforma, a regra está alinhada às orientações das autoridades de saúde globais sobre a eficácia dessas substâncias.

“Na plataforma, também não é permitido o envio de conteúdo que dissemine informações médicas incorretas que contrariem as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) ou das autoridades locais de saúde sobre a covid-19”, diz um trecho das novas políticas de uso.

Canais que publicarem conteúdos que desrespeitem a regra terão o material removido e receberão uma notificação por e-mail.

Ainda de acordo com o YouTube, se a infração se repetir, o envio de novos vídeos fica restrito por uma semana – a reincidência pode resultar na exclusão da conta.

O YouTube afirma que já removeu 850 mil vídeos que violaram as políticas de conteúdo da plataforma sobre o coronavírus desde o início da pandemia

A plataforma considera como informações incorretas sobre o tratamento da covid-19 conteúdos que incentivam medicamentos caseiros, orações ou rituais, em vez do tratamento adequado — consultar um médico ou ir ao hospital.

Catraca Livre