Foto: Cristine Rochol/PMPA

Confirmação de dengue autóctone provoca aplicação de inseticida na Zona Norte de Porto Alegre

A intenção é diminuir o risco de transmissão viral da dengue na região

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Depois da confirmação de casos autóctones de dengue, ou seja, casos contraídos na própria localidade, a Secretaria Municipal de Saúde realizará operação de bloqueio químico, com aplicação de inseticida, na Vila Santo André, no bairro Humaitá, na zona Norte de Porto Alegre, nesta segunda-feira (03), a partir das 9 horas.

A ação contará com a participação da Vigilância em Saúde, Atenção Primária à Saúde (equipes da Unidade de Saúde Farrapos) e representantes da empresa contratada pela prefeitura para aplicação do inseticida.

A intenção é diminuir o risco de transmissão viral da dengue na região, através da diminuição da população de mosquitos Aedes aegypti adultos na comunidade. A dengue é doença transmitida pela picada da fêmea do mosquito. Como a comunidade da Vila Santo André tem na reciclagem uma fonte de renda, acúmulo de água parada nos resíduos é comum no local.

“O inseticida serve para diminuir a densidade da população de mosquitos adultos, mas os ovos e larvas do Aedes aegypti não são afetados, por isso é importante eliminar também os criadouros do inseto”, destaca o gerente da Unidade de Vigilância Ambiental da SMS, Alex Lamas.

O Sul