São Leopoldo anuncia início da vacinação para professores e trabalhadores da Educação Infantil – Porto Alegre 24 horas
Giulian Serafim/PMPA

São Leopoldo anuncia início da vacinação para professores e trabalhadores da Educação Infantil

Serão incluídos inicialmente profissionais da Educação Infantil, da rede municipal, conveniada e particular

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Do Sul 21

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi (PT), anunciou neste domingo (2) que o município da região metropolitana de Porto Alegre utilizará as doses remanescentes diárias, as que ficam nos frascos abertos ao final do processo vacinação, para iniciar a vacinação dos trabalhadores da educação, sejam educadores, pessoal do setor administrativo ou de apoio, como serviços de limpeza e alimentação escolar da educação infantil. Segundo a Prefeitura, a vacinação com as doses remanescentes deve começar já nesta semana, em planejamento que será organizado pelas secretarias municipais de Educação e Saúde.

Serão incluídos inicialmente profissionais da Educação Infantil, da rede municipal, conveniada e particular. A vacinação destes profissionais será em um local específico e agendado diretamente com as instituições, não alterando em nada o calendário diário de vacinação dos grupos específicos. Os secretários municipais Marcel Frison (Saúde) e Ricardo da Luz (Educação) participaram do anúncio.

“Estamos há meses batalhando para que trabalhadores da educação sejam incluídos como prioridade nesta etapa do Plano Nacional de Imunização, isso não foi feito pelo Governo Federal, então encontramos essa alternativa que não prejudica ninguém dos grupos prioritários e inicia a vacinação das escolas, o que é fundamental para a segurança dos trabalhadores e das famílias”, afirmou Ary Vanazzi.

O secretário Marcel Frison explicou durante a transmissão que no Plano Nacional de Imunização existe um critério que permite a utilização das doses restantes do dia em grupos subsequentes, e isso já estava ocorrendo. Parte da Guarda Civil Municipal já havia sido imunizada dessa forma, sem que isso significasse descumprir o regramento nacional, e antes de ser incluída as forças de segurança nas prioridades. Após aberto, cada frasco deve ser utilizado em até seis horas.

Mais detalhes do cronograma de vacinação junto às escolas devem ser divulgados ao longo da segunda-feira (3) pela Prefeitura de São Leopoldo.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade