Aos 24 anos, influenciadora morre vítima da covid-19 – Porto Alegre 24 horas

Aos 24 anos, influenciadora morre vítima da covid-19

Mayara Valencio estava há um mês no hospital e respondia bem ao tratamento, porém, teve uma insuficiência respiratória
Foto: Reprodução/Instagram/mayvaleencio

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A influenciadora digital Mayara Valencio, de 24 anos, é mais uma vítima da covid-19. Ela estava internada em um hospital de João Pessoa, na Paraíba, há quase 30 dias, e morreu na quarta-feira, 23.

A causa da morte, segundo informou a família, foi por insuficiência respiratória, em consequência da doença causada pelo coronavírus.

Mayara Valencio era filha ilha de Sinésio Martins, ex-vice prefeito de Cajazeiras, e de Lucieide Valencio, ex-vereadora. A jovem era bem ativa nas redes sociais, especialmente no Instagram, onde tinha mais de 56 mil seguidores.

Há 3 semanas, uma prima de Mayara chegou a comentar na última foto publicada pela jovem no Instagram pedindo orações a ela. “Pessoal vamos rezar por está minha PRIMA, o caso continua muito grave… mas Deus está no COMANDO. Coloque -a em suas orações”, escreveu.

Seguidores da influenciadora lamentaram a morte dela. “Que notícia triste May, Ainda sem acreditar! Que Deus te coloque em um bom lugar galega. Descanse em paz”, publicou uma. “Que pena, tão cheia de vida”, lamentou outra.

Vítimas mais jovens

Cada vez mais, pessoas mais jovens estão contraindo a forma grave da covid-19 e morrendo em decorrência da doença. Enquanto que os óbitos têm caído entre os idosos, à medida que esses vão completando o esquema de vacinação.

Especialistas apontam para adoção de um comportamento mais arriscado, volta para o trabalho presencial e a variante P.1, que é mais transmissível, como três possíveis explicações para o rejuvenescimento da pandemia.

Com a entrada do inverno, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) alerta para a possibilidade de um agravamento do cenário no país já nas próximas semanas e reforça para a necessidade de continuar com as medidas de prevenção, como o uso correto de máscaras e distanciamento físico e social, sempre que possível.

Catraca Livre

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade