Entidades sindicais doam cobertores a 200 famílias do Morro Santana, em Porto Alegre – Porto Alegre 24 horas

Entidades sindicais doam cobertores a 200 famílias do Morro Santana, em Porto Alegre

Foram beneficiadas famílias das comunidades Nova Pedreira, Vila das Laranjeiras, Jardim Continental e Estrada da Julian
Foto: Divulgação

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Brasil de Fato

Com as baixas temperaturas registrada nas últimas semanas, o Sindicato dos Servidores de Nível Superior do RS (Sintergs), Associação dos Fiscais Agropecuários do RS (Afagro) e Associação dos Servidores das Ciências Agrárias do RS (Assagra) uniram recursos e doaram 207 cobertores para o coletivo Mães da Periferia, do Morro Santana, em Porto Alegre. O objetivo é minimizar o impacto do frio para as pessoas em situação de pobreza que vivem em regiões periféricas.

Os cobertores foram distribuídos nos sábados, dia 23 de junho e 3 de julho. Foram beneficiadas famílias das comunidades Nova Pedreira, Vila das Laranjeiras, Jardim Continental e Estrada da Julian.

“Na grande maioria, as casas são frágeis, feitas com madeira reutilizada. Há uma vulnerabilidade maior ainda em função do frio e da umidade. Essa ação garante o mínimo de comodidade no inverno, que é não passar frio. Essa é a nossa maior preocupação. Além de trazer dignidade para as famílias, tentar aquecer o nosso povo”, relata Letícia do Nascimento, idealizadora e uma das fundadoras do Mães da Periferia, sobre a importância de iniciativas como esta.

Conforme ressalta a líder comunitária, a precarização vai além da falta de alimentos, pois o inverno diminui a qualidade de vida e a imunidade das pessoas. “Aqui, uma coberta é luxo”, pontua.

Para a diretora do Sintergs, Angela Antunes, a solidariedade, a luta pela dignidade e pela redução das desigualdades também é papel dos sindicatos. “A pandemia demonstrou ainda mais a importância desta unidade”, enfatiza. “Por isso, mantemos parcerias com movimentos sociais que vão além do recebimento e distribuição de doações. Apoiamos e buscamos fortalecer projetos que promovem também a formação e a emancipação das famílias em vulnerabilidade, como o Mães da Periferia”, explica a dirigente.

Presidente da Assagra, Rodrigo Marques ressalta que a associação, desde a sua fundação, cultiva valores para o desenvolvimento humano e da sociedade. “Nossos associados são executores de políticas públicas que atendem grande parcela da população rural em condição de vulnerabilidade social para combater a pobreza extrema. Por isso, além de difundir o conhecimento técnico do quadro que representamos, incentivamos e desenvolvemos ações de responsabilidade social”, comenta Marques.

A Afagro compartilha da mesma visão e valores. “Enquanto servidores públicos, nos preocupamos com a desigualdade social que assola nosso estado e país. Estamos atentos ao agravamento desta situação, sobretudo com a pandemia. Voltamos nosso olhar para estas questões e estendemos a mão sempre que possível”, destaca o diretor da associação, André Mendes Ribeiro Corrêa.

*Com informações da Assessoria do Sintergs Sindicato

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade