Bolsonaro autoriza entrada de forças militares dos EUA no Brasil – Porto Alegre 24 horas
Foto: FADEL SENNA / AFP / Reprodução R7

Bolsonaro autoriza entrada de forças militares dos EUA no Brasil

Decreto assinado por Bolsonaro permite a entrada de 240 militares dos EUA no Brasil para “exercício de adestramento” das forças brasileiras

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Em decreto publicado nesta quinta-feira (14) no Diário Oficial da União (DOU), Jair Bolsonaro (Sem partido) abre mão do que restava da soberania e autoriza a entrada de “forças militares dos Estados Unidos da América no território nacional”.

“Ficam autorizados o ingresso e a permanência temporária de forças militares dos Estados Unidos da América no território nacional para participar do exercício de adestramento combinado CORE 21 no período de 28 de novembro a 18 de dezembro de 2021”, diz o decreto 10.834 assinado por Bolsonaro e pelo ministro da Defesa, Walter Braga Netto.

A entrada tem como pretexto a participação no CORE 21, sigla de Combined Operations and Rotation Exercises, um exercício conjunto em que as forças dos EUA fazem a doutrinação militar das tropas brasileiros.

Segundo informações do portal DefesaNet, especializado em assuntos militares, “o CORE 21 é um exercício executado por uma Força-Tarefa valor batalhão da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) (12a Bda Inf L) (Amv), comandada pelo 5º Batalhão de Infantaria Leve (5º BIL), e terá participação de uma subunidade da 101ª Divisão de Assalto Aéreo (101st Airborne Division) do Exército dos Estados Unidos”.

O decreto diz que as forças estadunidenses “compreendem o contingente de duzentos e quarenta militares norte-americanos, armamentos, acessórios, munições, optônicos, dispositivos ópticos e sensores e equipamentos de comando, controle e comunicação”.

“O exercício de adestramento combinado de que trata este Decreto ocorrerá na região do Vale do Paraíba, entre o Município de Resende, Estado do Rio de Janeiro, e o Município de Lorena, Estado de São Paulo, entre o Exército Brasileiro e o Exército dos Estados Unidos da América”, diz o texto.

Fonte Revista Fórum

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade