Da MetSul Meteorologia
Novas imagens mostram o tornado que se formou ao redor do meio-dia do dia 13, no município de Palmares do Sul, no Litoral Norte, na parte superior da Lagoa dos Patos. Os vídeos mostram com clareza como o tornado atingiu a superfície e avançou sobre áreas de plantações da região.

O tornado avançou em alguns momentos sobre as águas da lagoa, caracterizando uma tromba d’água, e em outros sobre áreas de terra próximas. Não houve relatos de danos na localidade do Litoral Norte, segundo apuração da MetSul. Isso porque o tornado se formou e avançou por uma área com muito baixa densidade populacional, afinal a região é predominantemente ocupada por campos dedicados à agricultura, sobretudo pelo cultivo de arroz.

Não foi a primeira formação de um funil desta semana no Sul do Brasil. Na quarta-feira, uma nuvem funil se formou no Nordeste de Santa Catarina. A formação, que por pouco não se transformou em um tornado, foi observada na região de Itajaí. O funil não chegou a tocar a superfície de forma a caracterizar um tornado.

Uma área de baixa pressão atua desde o começo da semana a Leste-Sudeste do Rio Grande do Sul e isso traz maior vorticidade na atmosfera no Leste gaúcho e catarinense. Com a presença de nuvens carregadas geradas pelo calor e a umidade alta, sob ambiente de maior vorticidade, o cenário se torna propício para rotação e a formação destes funis que, ocasionalmente, podem evoluir para um tornado de baixa potência como se viu hoje no município de Palmares do Sul.

Assista o vídeo: