O Inter foi derrotado pelo Fluminense por 2 a 1, de virada, na noite deste domingo (22), no Beira-Rio, pela 22ª rodada do Brasileirão. O resultado deixa o time colorado na quarta posição, com 36 pontos. Os gols da partida foram marcados por Mauricio, para o Inter, e Lucca Borges e Caio, para o Fluminense.

Sem Abel Braga à beira do gramado, uma vez que o técnico foi testado positivo para a covid-19 e cumpre isolamento, o Inter foi comandado pelo auxiliar Leomir de Souza. O time que iniciou a partida teve novidades: Nonato, Maurício e Caio Vidal formaram o meio-campo junto a Rodrigo Dourado e Edenilson. Heitor e Rodrigo Lindoso, suspensos, Patrick, em fase final de recuperação de lesão, e Abel Hernández, lesionado, foram os desfalques.

Primeiro tempo

Os gaúchos jogaram ao seu estilo. Aproveitou contra-ataques e foi mais preciso com a bola nos pés. Foi absoluto quando quis, soube jogar no erro do adversário e tirar a velocidade da partida quando necessário. Tentou controlar a vitória, e por isso pagou o preço por isso ao dar campo ao adversário.

Depois de abrir o placar com o estreante Mauricio, numa bobeada de Muriel, que deu o rebote na área tricolor, o Inter chegou a colocar a bola na rede pela segunda vez. Danilo Barcelos tentou afastar o perigo e chutou em cima de Galhardo. O artilheiro do campeonato aceitou o presente e marcou. Barcelos foi salvo pelo VAR que pegou toque da bola no braço do atacante e o gol foi anulado.

Mesmo depois dos reveses, o panorama da partida não mudou. O Fluminense aumentou a posse de bola, mas pouco incomodava o goleiro Marcelo Lomba. O Internacional buscava os espaços dados pelos tricolores, mas também não criaram bons lances.

Segundo tempo

No segundo tempo, o equilibrou no confronto permaneceu e nenhuma das equipes conseguia levar perigo. Só que aos 12 minutos, o Fluminense chegou ao empate com gol olímpico. Lucca cobrou escanteio e a bola foi direto para a rede.

O Internacional passou a pressionar em busca do gol e chegou a balançar mais uma vez a rede com Thiago Galhardo. Mas, após verificação do VAR, o gol foi anulado por impedimento do atacante.

Só que o Fluminense aproveitou os espaços para virar a partida aos 35 minutos. Caio Paulista foi lançado na área e chutou na saída de Marcelo Lomba.

Nos minutos finais, o Internacional seguiu com a pressão, mas viu o Fluminense recuar e segurar a vitória no Beira-Rio.

Ficha técnica

Internacional: Marcelo Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Johnny), Edenilson, Maurício (D’Alessandro), Nonato (Marcos Guilherme) e Caio Vidal (Yuri Alberto); Thiago Galhardo.Técnico: Abel Braga (Leomir de Souza).

Fluminense: Muriel; Calegari, Digão, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Yuri, Yago Felipe (André) e Nenê (Caio Paulista); Lucca (Luiz Henrique), Marcos Paulo e Wellington Silva (Felippe Cardoso). Técnico: Odair Hellmann.

Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira, auxiliado por Miguel Caetaneo Ribeiro da Costa e Evandro de Melo Lima. VAR (árbitro de vídeo): Wagner Reway.

Fonte: O Sul