Foto: Reprodução/Instagram

Ator Christopher Plummer morre aos 91 anos

Em 2012 Plummer se tornou o ator mais velho a ganhar um Oscar.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O ator canadense Christopher Plummer morreu, nesta sexta-feira (5). Ele tinha 91 anos e faleceu em casa, em Connecticut, nos Estados Unidos. A causa não foi divulgada.

Segundo a família, Plummer morreu no começo da manhã desta sexta, na presença de sua esposa, Elaine Taylor, e alguns amigos próximos.

O empresário e amigo de Plummer, Lou Pitt, lamentou a morte do ator. “Cris era um homem extraordinário que amava e respeitava sua profissão. Ele viverá eternamente entre nós”, disse Pitt.

Com centenas de filmes em seu currículo ao longo de 75 anos, Christopher Plummer nasceu em Toronto, no Canadá. Começou a carreira no cinema em 1958, no filme Stage Truck, e o último longa do qual participou foi Entre Facas e Segredos (2019). Ao longo de sua trajetória, participou de importantes produções.

Entre os mais famosos estão o clássico do cinema “A Noviça Rebelde”, de 1965, “Uma mente brilhante”, de 2001, e “Todo o dinheiro do mundo”, de 2012, pelo qual ganhou o Oscar de ator coadjuvante. Plummer interpreta Hal, um homem idoso com câncer terminal que conta ao filho que está namorando um homem.

Ao vencer este Oscar, Plummer se tornou o ator mais velho a ganhar a premiação, aos 82 anos.

Ele ainda foi indicado ao Oscar por “A última estação”, em 2010 e “Todo o dinheiro do mundo”, em 2018. Com isso, foi também o ator mais velho já indicado na premiação, aos 88 anos.

Plummer ganhou duas vezes o Tony Awards, além de ter recebido sete indicações à premiação.

Entre cinema e televisão, chegou a participar de 217 obras. Atuou ainda na dublagem do longa Heros of The Golden Masks, previsto para estrear em 2021.

O Sul