Seis pessoas são presas em ação no combate ao roubo de veículos na Capital

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão ao Roubo de Veículos (DRC) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), prendeu seis pessoas na tarde desta terça-feira (22), em Porto Alegre. A ação foi resultante de um flagrante por receptação, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa, no bairro Lami. Um veículo roubado foi recuperado e diversas peças veiculares subtraídas foram apreendidas.




Segundo os delegados Adriano Nonnenmacher e Joel Wagner, uma quadrilha foi desarticulada nesta tarde durante diligências da especializada para coibir a venda de peças provenientes de veículos roubados e também a adulteração de sinais identificadores veiculares. “Os seis indivíduos foram flagrados na posse de um veículo KIA/Sorento, roubado no dia no último sábado, na cidade de Cidreira, litoral norte do Estado”, contam os delegados. Durante a ação, policiais também encontraram na posse dos indivíduos a quantia de 48 peças, consistentes principalmente em vidros, de veículos em situação de roubo e/ou furto. Diante dos fatos todos foram autuados em flagrante delito pelos crimes de associação criminosa, receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Os delegados também afirmaram que ações pontuais contra alvos qualificados estão sendo desenvolvidas constantemente pela especializada. “A delegacia promove diversas ações no sentido de coibir a existência de oficinas clandestinas, nas quais criminosos promovem a adulteração de sinais identificadores, ou seja, efetuam a ‘clonagem’ e também desmancham os veículos, objetivando a venda ilegal de peças em estabelecimento comerciais”, explicam Nonnenmacher e Wagner. Os delegados ainda ressaltaram o fato de que foram localizadas 48 peças de veículos roubados e/ou furtados, indicando a grande quantidade de automóveis que deve ter passado pelo estabelecimento clandestino para realização do ‘desmanche’. Com esta ação, a Delegacia de Roubo de Veículos contabiliza 81 pessoas presas no ano de 2018, 481 desde 2016, e 245 veículos recuperados.