Foto: Reprodução

Três presos são condenados há mais de 20 anos por assassinar traficante dentro da PASC

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A juíza Karen Luise Villanova, da 1ª Vara do Júri, decretou a prisão de três ex-detentos pelo assassinato de Cristiano Souza da Fonseca, popularmente conhecido como Teréu, em 2015, dentro da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). Na época, nove pessoas foram acusadas de participar do crime.

Os três apenados não terão o direito de recorrer em liberdade. Dois dos acusados, Rudinei Pereira da Silva e Luciano Alves Pereira, foram condenados a 27 anos de reclusão.

O terceiro, Rudinei Henrique de Abreu, foi condenado 26 anos de prisão, e foi o único dos três a confessar o envolvimento no crime.
[in_article]
Ele disse aos jurados que agiu em legítima defesa, após Teréu ter ameaçado a família dele.

Os outros dois afirmaram não ter a intenção de matar o traficante, apenas de contê-lo. Teréu foi asfixiado dentro no refeitório da PASC. Ele cumpria pena por comandar o tráfico de drogas no Beco dos Cafunchos, em Porto Alegre.