Foto: Divulgação/Polícia Civil

Carga de cocaína preta é apreendida pela primeira vez no Rio Grande do Sul

A droga estava embalada em pacotes de açaí para enganar as autoridades

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

No final da tarde dessa terça-feira (02), a Polícia Civil em uma ação conjunta com a Receita Federal, realizou a apreensão de 26 quilos de cocaína preta. Essa quantidade de droga teve seu valor estimado em aproximadamente R$ 6 milhões. Um homem foi preso em flagrante.

A partir de um contato com a Receita Federal, a Polícia Civil passou a monitorar o proprietário de uma empresa de produtos naturais de novo Hamburgo. O homem, um colombiano de 36 anos, residente no Brasil desde 2011, foi abordado no momento em que recebia a droga, oriunda de Manaus. A investigação apontou que ele recebia R$10 mil por remessa da droga, que vinha embalada em pacotes de açaí em pó para enganar as autoridades.

A cocaína preta desenvolvida pelo Cartel de Cali, na Colômbia, não reage ao teste preliminar, que é realizado com o regente Tioseanato, não tem cheiro e nem mesmo o odor característico da cocaína branca comumente apreendida. Esse tipo de droga foi desenvolvida na década de 80 e até então não se tinha conhecimento de sua existência e comercialização no Rio Grande do Sul. Maiores informações podem ser obtidas com o Delegado Tarcísio Lobato Kaltbach, titular da 1ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo. (PC)