Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

Suzete Scheffer, de 41 anos, estava em uma parada de ônibus no bairro Sarandi, quando foi abordada por dois homens, que pegaram o telefone celular de suas mãos e atiraram contra o seu peito, fazendo com que ela viesse a morrer no local, na frente do filho de 16 anos. Suzete é mais uma vítima da violência em Porto Alegre. Ela deixa três filhos.

Conforme informações, uma caminhonete branca teria se aproximado da vítima e seu filho na Avenida Toledo Piza, quando um dos criminosos desceu e anunciou o assalto. Suzete estava com o celular na mão porque estava conferindo o horário em que o seu ônibus iria passar. Após roubar o celular da vítima, o bandido atirou. Ela estava indo fazer compras com seu filho.

— Ela não tem histórico de ameaças nem antecedentes criminais. Tudo indica que se trata de um latrocínio, mas nenhuma alternativa pode ser descartada no momento — disse o delegado Luís Firmino, ao GZH.

Agora a Polícia Civil busca por imagens de locais próximos para tentar capturar os criminosos.