Polícia Civil/ Divulgação

Fábrica clandestina de sabão líquido que falsificava OMO é fechada na região metropolitana de Porto Alegre

Embalagens da marca Omo eram utilizadas para enganar consumidores.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Da Agencia GBC

A polícia descobriu na manhã desta terça-feira (11) uma fábrica clandestina de sabão líquido no bairro Niterói, em Canoas. Os suspeitos produziam um sabão líquido para roupas sem procedência e reembalavam com embalagens da marca OMO.

Polícia Civil, Ministério Público, Vigilância Sanitária estadual e municipal estiveram juntas na operação, que cumpriu quatro mandados de busca Canoas, Campo Bom e Porto Alegre. O objetivo da operação é coibir crimes contra as relações de consumo, propriedade industrial e de marcas e estelionato.

Até o momento, foram apreendidos caminhão, van e dois veículos. A equipe da Agência GBC acompanha coletiva da Polícia Civil que ocorre neste momento.