Foto: Reprodução

Saiba quem é a mulher que morreu na festa clandestina da Ilha das Flores

Ana Elisa Genaro era mineira, tinha 26 anos e estudava Medicina Veterinária.

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Morreu nesta segunda-feira (19/07), Ana Elisa Genaro, filha do pastor Antônio Genaro, presidente da Igreja Quadrangular em Minas Gerais. Ela tinha 26 anos e morreu, após uma parte de uma estrutura de um restaurante desabar, em Porto Alegre, neste domingo (18/07).

A morte da jovem foi confirmada nesta segunda-feira (19/07), pela Secretaria Municipal da Saúde do Rio Grande do Sul. Ana Elisa Genaro foi uma das pessoas que ficaram feridas, após a queda de parte do deck do restaurante Marina das Flores, na Ilha das Flores, em Porto Alegre, na noite de domingo (18).

Segundo o Corpo de Bombeiros, Ana caiu na água, com o desabamento, e passou um tempo submersa. Ela chegou a sofrer uma parada cardiorrespiratória no local e foi encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre. Mas, a jovem não resistiu e veio a óbito na madrugada desta segunda-feira. A causa exata da morte não foi informada.

INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul esteve na manhã desta segunda no restaurante da Ilha das Flores para a realização de perícia, e entender o que causou a queda de parte do deck. Segundo a delegada responsável pelo caso, o resultado da perícia é fundamental para entender se o deck estava em boas condições ou se havia um número maior de pessoas do que a estrutura poderia suportar.

Segundo informações, cerca de 50 pessoas caíram na água após o desabamento. Além de Ana Elisa, outras sete pessoas foram encaminhadas ao Hospital Cristo Redentor. Segundo o Portal GZH, no início da tarde desta segunda-feira, apenas uma permanecia internada, aguardando cirurgia devido a uma fratura no tornozelo. As demais já foram liberadas.

“Pelo que sabemos, tinha bastante gente no restaurante, e agora vamos ouvir pessoas para saber exatamente qual era a situação. A princípio, tinha algum tipo de aglomeração”, disse a delegada Laura Lopes da 4ª Delegacia de Polícia da Capital.

Ana Elisa Genaro era mineira, tinha 26 anos e estudava Medicina Veterinária. Ela era filha do pastor Antônio Genaro, presidente da Igreja Quadrangular em Minas Gerais. A Igreja do Evangelho Quadrangular publicou uma nota de pesar pela morte da filha do líder da instituição no estado: