Homem é preso após confessar espancamento da enteada na zona sul de Porto Alegre – Porto Alegre 24 horas
Policia, Brigada Militar

Homem é preso após confessar espancamento da enteada na zona sul de Porto Alegre

A mãe informou aos médicos que buscou atendimento após encontrar a filha com os ferimentos.
Foto: Porto Alegre 24 Horas

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Após confessar que agrediu fisicamente a enteada de 4 anos, um homem de 20 anos foi preso na noite desta terça-feira (02). O caso de violência doméstica aconteceu no bairro Restinga, na zona sul da capital. A criança teve diversas lesões nas orelhas por conta dos fortes puxões que sofreu e há suspeita de traumatismo craniano. Ela será submetida a exames para identificar a necessidade de cirurgia.

De acordo com a Brigada Militar, que foi acionada pelos profissionais do Hospital da Restinga, eles desconfiaram dos ferimentos de uma menina de 4 anos de idade, que havia dado entrada no hospital. A pequena apresentava lesões nas orelhas, estava com um olho roxo e diversas manchas roxas nas pernas.

A mãe que tem 27 anos, informou aos médicos que buscou atendimento após encontrar a filha com os ferimentos. Quando os policiais chegaram, ela explicou que estava trabalhando e havia deixado a menina e outro filho em casa com o companheiro.

Exames identificaram graves lesões nas orelhas da criança, que foi submetida a exames no próprio Hospital da Restinga. Há suspeita de traumatismo craniano e, por isso, a menina será submetida a uma tomografia computadorizada. Ela também deverá receber acompanhamento psicológico depois que se recuperar fisicamente.

Buscas foram realizadas na residência do casal, o homem foi confrontado pelos policiais e acabou confessando que puxou a criança pelas orelhas pois não queria que ela bebesse refrigerante. Ele foi detido em flagrante e encaminhado à 2ª DPPA (Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento). O indivíduo, de 20 anos, tem diversas passagens por desacato e tráfico de drogas.

Após o registro policial, o preso foi encaminhado a um centro de triagem de presos. Ele deverá responder por lesão corporal. O caso será investigado pela DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). (GZH)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade