Pai é preso suspeito de matar filho de um ano com carregador de celular – Porto Alegre 24 horas

Pai é preso suspeito de matar filho de um ano com carregador de celular

O caso aconteceu em Primavera do Leste, no Mato Grosso
Foto: Reprodução | Arquivo Pessoal

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Um jovem de 22 anos foi preso suspeito pela morte do filho de 1 ano e 8 meses, ocorrida na segunda-feira (20) em Primavera do Leste. O bebê supostamente morreu enforcado com um fio de carregador de celular enquanto dormia.

Confira nossos perfis no Instagram, TwitterFacebook e Telegram e tenha acesso a todas nossas notícias.

Conforme informações do boletim de ocorrência, foi relatado por um médico que os pais do menino deram entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade por volta das 7h da manhã. No entanto, ele já estava morto.

De acordo com o profissional, o corpo do bebê não apresentava marcas de agressão, mas o pescoço tinha sinais na pele.

Os pais então relataram a polícia que moravam sozinhos em uma quitinete, sendo que o berço do filho ficava no quarto do casal.

Conforme a versão apresentada, ao acordarem pela manhã pra levar o filho na creche, eles perceberam que o menino estava enrolado no pescoço com um fio de carregador de celular.

O pai disse que então desenrolou o fio, mas percebeu que a boca do bebê já estava roxa e ele já não apresentava mais sinais vitais.

O responsável ainda teria tentado reanimar o filho, mas não teve sucesso.

Diante do cenário apresentado, o delegado Allan Vitor de Souza Mata acionou a equipe da Politec, que fez a análise preliminar do corpo da vítima, constatando que havia sinais de lesão na parte interna dos lábios, demonstrando que alguém teria feito força para tapar a boca da criança. (Mídia News)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade