Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News Entre no grupo do Whatsapp

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, manifestou preocupação neste domingo (15/11) com a ascensão de grupos criminosos ao poder por meio de candidaturas financiadas por facções.

“O Brasil vive um problema de violência em geral, não é o problema do período eleitoral. Isso é preocupante, e temos que investigar as causas dessa violência e retomar espaços importantes da vida brasileira que estão ocupados pelo crime organizado. Isso não tem nada a ver com o processo eleitoral, mas influencia o processo eleitoral”, ponderou o ministro.

“As facções já estão começando a querer eleger os seus candidatos. Pior, estão querendo ocupar o espaço público, fazendo com que pessoas financiadas por elas passem em concursos públicos e em cargos eletivos”, disse o ministro na tarde deste domingo.

Barroso disse ainda que não considera que houve aumento da violência nas eleições. “Os números foram bem abaixo, salvo os crimes cibernéticos”, disse o ministro após visitar o Centro de Comando e Controle, no Ministério da Justiça. (Metrópoles)