Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

O site ‘O Antagonista’ divulgou resultado de pesquisa encomendada pela corretora de valores XP Investimentos em relação a possíveis cenários na eleição presidencial de 2022.

Entre aqueles apontados no momento como possíveis candidatos, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro se sairia melhor na guerra voto a voto com Jair Bolsonaro.

Na projeção de segundo turno, o ícone da Operação Lava Jato teria 34% contra 36% do atual ocupante do Palácio do Planalto em sua tentativa de reeleição. Tecnicamente empatados.

No enfrentamento a um candidato petista, seja Lula ou Haddad, Bolsonaro teria vantagem confortável de 10 pontos. A pesquisa indica 45% a 35%.

Em fase de negociação com vários partidos, Luciano Huck teria 33% contra 40% do presidente. Em julho, pesquisa do Instituto Paraná divulgada por ‘Veja’ mostrou placar em segundo turno com 27,6% para o apresentador e 50,8% para Bolsonaro.

Caso decida tentar a eleição de 2022, Huck precisará deixar a Globo no início do próximo ano. A emissora fará o possível para não ser associada ao projeto político do dono do Caldeirão.

A edição desta semana de ‘Veja’ traz uma análise do Instituto Quaest a respeito da popularidade online do presidente e de candidatos cotados a enfrentá-lo no próximo pleito.

Jair Bolsonaro continua a ser o mais estimado nas redes sociais, com 79,1 pontos. Luciano Huck aparece em segundo, com 41,2 pontos. Em seguida, Lula tem 35,6 pontos. Sergio Moro surge apenas em sétimo na pesquisa, com 22,8 pontos. (Terra)