Foto: José Cruz/Agência Brasil

Para 50,4% dos brasileiros, Lula não deve se candidatar à Presidência em 2022

Ex-presidente voltou a ser elegível após decisão do ministro Edson Fachin que anulou as condenações de Lula no âmbito da Operação Lava Jato

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Um levantamento divulgado na manhã desta segunda-feira, 15, pelo Instituto Paraná Pesquisas mostrou que, para 50,4% dos brasileiros, Luiz Inácio Lula da Silva não deve se candidatar à Presidência da República em 2022. O ex-presidente voltou a ser elegível após decisão do ministro Edson Fachin que anulou as condenações de Lula no âmbito da Operação Lava Jato.

Outros 44,9% votaram favoravelmente à candidatura do petista em 2022, enquanto 4,7% não souberam/não opinaram sobre o assunto. O apoio à candidatura de Lula diminui conforme a idade dos entrevistados aumenta. Entre 16 e 24 anos, 49,5% afirmam que o ex-presidente deve ser candidato em 2022. Entre 60 anos ou mais, a porcentagem abaixa para 42,1%.

A desaprovação de Lula é maior no Sudeste: 56,2% afirmam que o ex-presidente não deve ser candidato na próxima eleição presidencial. A menor taxa é no Nordeste, onde 37,7% são contra a candidatura de Lula à presidência. O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2002 eleitores com 16 anos ou mais. As consultas foram feitas por telefone, entre os dias 8 a 10 de março, em 26 Estados, no Distrito Federal e em 192 municípios brasileiros. O grau de confiança é de 95%, com margem de erro estimada em 2% para os resultados gerais. (Jovem Pan)