Foto: Reprodução

Citada na CPI da Covid, ex-atriz pornô Mia Khalifa publica montagem no Senado

A ex-atriz pornô já foi citada mais de uma vez na CPI por senadores que defendem um tratamento ineficaz da Covid com cloroquina

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Mia Khalifa resolveu entrar na brincadeira da internet. Depois de virar um dos assuntos mais comentados do Twitter por causa do argumento de um senador na CPI da Covid, a ex-atriz pornô resolveu criar o seu próprio meme.

Ela já havia se pronunciado sobre o tema negando ser médica, mas agora entrou de vez na brincadeira com uma montagem em que aparece depondo na CPI.

Ela fez uma postagem dizendo que passa o dia tomando café, dormindo e assistindo à nova série do Loki, da Marvel. Um seguidor brasileiro respondeu em inglês: “E mesmo assim ela arruma tempo para salvar o Brasil da covid”.

Mia então compartilhou o post acrescentando a montagem e a frase: “Uma mulher do povo”.

Entenda o caso:

O senador governista Luis Carlos Heinze (Progressistas-RS) recuperou a história revelada em junho do ano passado pelo jornal inglês The Guardian, quando a empresa Surgisphere —que conduziu um teste publicado na revista científica “The Lancet”, condenando o uso da cloroquina contra a covid-19— descobriu depois que entre os funcionários constavam uma atriz pornô e uma escritor de ficção científica.

“Pesquisadores começaram a investigar e descobriram que a gerente de vendas da Surgisphere era, pasmem, Sras. Deputadas que estão aqui, Srs. Senadores, a gerente de vendas da Surgisphere era uma atriz pornô. Uma atriz pornô. Nada contra ela”, disse Heinze.

Na ocasião, os autores do artigo afirmaram que a Surgisphere, a empresa que forneceu os dados, não iria transferir o conjunto completo de dados para uma análise independente e “não podem mais garantir a veracidade das fontes primárias de dados”.

Nas redes sociais, muita gente confundiu a história relatada por Heinze com o meme da atriz pornô libanesa Mia Khalifa, citada como doutora Marcela Pereira, uma suposta infectologista do Instituto Emílio Ribas e que estaria conduzindo um estudo sobre o uso da cloroquina no tratamento da covid-19. O meme que circulou no início da pandemia já foi desmentido por agências de checagem.

Após repercussão, Mia Khalifa reagiu em seu perfil. “Não sei quem precisa ouvir isso (Brasil), mas não sou médica. Então não aceite conselhos médicos de memes falsos meus que você encontrou no WhatsApp”, alertou ela. (IstoÉ)