Deputado Rodrigo Maroni lança campanha: ‘Pare para os animais no trânsito’ – Porto Alegre 24 horas

Deputado Rodrigo Maroni lança campanha: ‘Pare para os animais no trânsito’

Maroni também ressaltou ações educativas, como no Chile, onde foram criadas faixas exclusivas para cães e gatos atravessarem a rua.
Foto: Wilson Cardoso/ALRS

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O deputado estadual Rodrigo Maroni (PV) lançou a campanha ‘Pare para os animais no trânsito’, que vem ressaltar a importância de parar o veículo quando um animal estiver atravessando uma rua. Conforme dados do Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE), a cada um segundo, são contabilizados cerca de 15 animais atropelados no Brasil. O parlamentar que por centenas de vezes resgatou cães e gatos atropelados, muitas vezes quase mortos.

“Os animais são iguais às crianças, já imaginou a dor de uma fratura, de perfuração, muitos desses animais ficam agonizando até a morte”, afirmou Maroni. O deputado destacou que em São Paulo, motoristas já são obrigados por lei a socorrer animais atropelados nas ruas. A omissão será enquadrada como infração administrativa e o atropelador arcará com multa de RS 1.000,00.

Maroni também ressaltou ações educativas, como no Chile, onde foram criadas faixas exclusivas para cães e gatos atravessarem a rua. Além é claro, da importância do conhecimento em primeiros socorros a serem realizados no caso de um atropelamento. Já que os atendimentos iniciais à espera de auxílio profissional são essenciais para a sobrevivência do ser.

Abaixo confira algumas dicas de primeiros socorros, em caso de acidentes com animais.

– Analise o temperamento: a maioria dos animais sente dor e medo. Podendo apresentar agressividade como forma de se proteger. Portanto proteja-se primeiro;
– Faça uma mordaça no pet: utilizando tecido, cadarço ou sinto. Apenas quando necessário;
– Remova o animal do caminho de tráfego de veículos cuidadosamente: Caso possível, o coloque sobre uma superfície plana para melhor locomoção e diminuição do movimento da coluna. Por vezes, pode ser necessário amarrar as regiões dos ombros e coxas à tábua. Para que o próprio não se machuque se debatendo sobre o objeto;
– Verifique se há acúmulo de sangue, objetos ou muco nas narinas e boca: limpe assim que possível. Já que pode causar obstrução das vias respiratórias;
– Leve o bichinho direto à clínica veterinária ou ligue por ajuda profissional.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade