Entre vaias e gritos de “mito”, Bolsonaro faz passeio por Aparecida – Porto Alegre 24 horas

Entre vaias e gritos de “mito”, Bolsonaro faz passeio por Aparecida

presidente assistiu à missa em homenagem à padroeira do Brasil, em Aparecida, no Vale do Paraíba
Foto: Reprodução/Facebook

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Ao chegar ao Santuário Nacional de Aparecida, no Vale do Paraíba, na tarde desta terça-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) caminhou e cumprimentou a multidão que se concentrou nos arredores da Basílica no dia da padroeira do Brasil.

Para conter a multidão, policiais militares precisaram fazer um cordão de isolamento ao redor de toda a comitiva do presidente, que percorreu parte do trajeto a pé, e outra parte, de carro com abertura no teto.

Ao longo da caminhada, Bolsonaro foi saudado por gritos de “mito”, em apoio, mas também houve vaias e xingamentos. No vídeo transmitido pela própria equipe do presidente, Bolsonaro é chamado de “genocida”, “ladrão” e “assassino”. Houve ainda gritos de “Fora, Bolsonaro”.

Após a cerimônia, o presidente foi até à praça, em frente à igreja e, ao lado do arcebispo de Aparecida, dom Orlando Brandes, também acenou para os fiéis que se concentravam do lado de fora da Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

De máscara, Bolsonaro cumprimentou o público. Na missa, o mandatário fez a primeira leitura bíblica, do Livro de Ester, que compõe o Antigo Testamento, e a Consagração a Nossa Senhora Aparecida.
Fonte: Metrópoles

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade