Bolsonaro diz que “tem na cabeça” quem seriam seus próximos dois indicados ao Supremo – Porto Alegre 24 horas

Bolsonaro diz que “tem na cabeça” quem seriam seus próximos dois indicados ao Supremo

Presidente, caso seja reeleito, poderá nomear os substitutos dos ministros Ricardo Lewandowski e Rosa Weber
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que tem “na cabeça” as próximas indicações ao STF (Supremo Tribunal Federal), caso seja reeleito neste ano, mas não deu detalhes.

“Em 2023 tem duas vagas abertas. Eu tenho na minha cabeça quem seriam esses nomes”, afirmou o presidente, em entrevista à Rádio Jovem Pan, ao destacar que os dois ministros do STF indicados por ele – Kassio Nunes Marques, em 2020, e André Mendonça, em 2021 – têm “liberdade” nas decisões. “Não conduzo nem peço votos para eles”.

Se for reeleito, Bolsonaro poderá nomear os substitutos dos ministros Ricardo Lewandowski e Rosa Weber, que se aposentam em 2023. Mais cedo, em uma entrevista, o presidente declarou que tanto Nunes Marques quanto Mendonça dão “esperança para a gente”.

Ao lembrar que Mendonça é pastor evangélico, Bolsonaro observou que por “coincidência” as pautas voltadas para a diversidade vão cair nas mãos dele.

“E eu entendo que ele vai dar o tratamento à luz da Constituição. Como ele bem disse, o que é família está definido na Constituição”, disse Bolsonaro. “O que é união entre duas pessoas, como está definido na Constituição.” A Carta Magna, porém, não tem essa explicação. O chefe do Executivo repetiu que tem críticas a alguns ministros do STF e elogios a outros. (O Sul)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade