Assinando o requerimento para criação da CPI da Petrobras – Porto Alegre 24 horas

Assinando o requerimento para criação da CPI da Petrobras

A CPI só poderá ser criada quando atingir ⅓ de assinaturas do total de integrantes da Câmara dos Deputados.
Foto: Divulgação

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Nessa terça-feira (21), o deputado federal Giovani Cherini, na condição de vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados, assinou o requerimento da criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar a Petrobras. Afirmando com as palavras do presidente Jair Bolsonaro: “Se não deve, investiga”.

A CPI só poderá ser criada quando atingir ⅓ de assinaturas do total de integrantes da Câmara dos Deputados. Ou seja, 171 congressistas precisam apoiar o requerimento.

O documento foi feito 3 dias depois de o presidente Jair Bolsonaro (PL) falar em criar uma CPI para investigar a conduta do presidente, da diretoria e dos conselhos de administração e fiscal da estatal. A possibilidade foi aventada depois de a Petrobras reajustar os preços de combustíveis na 6ª feira (17.jun).

No documento foram anexados relatórios oficiais que falam sobre a margem de lucro, receita líquida e retorno do capital investido pela Petrobras.

O requerimento diz que a execução da política de preços da Petrobras causa “estranheza” e afirma que a reserva de lucros da empresa estaria sendo destinada para pagamentos de proventos “em percentuais muito acima do mínimo legal” em vez de ser usado em investimentos alinhados com o interesse público.

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade