Aprovado financiamento para recuperação de vias em Porto Alegre – Porto Alegre 24 horas

Aprovado financiamento para recuperação de vias em Porto Alegre

Próximo passo é fazer as licitações para contratação de empresas que prestarão os serviços
Foto: Divulgação | PMPA

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Nesta quarta-feira, 29, a Câmara de Vereadores aprovou o financiamento de R$ 60 milhões para a recuperação de vias na Capital. O recurso será administrado pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb), por meio da Diretoria de Conservação de Vias Urbanas (DCVU). O valor, financiado pelo Banco do Brasil, será utilizado em três diferentes áreas: execução de serviços de recuperação de vias já previstos, estudo e diagnóstico para serviços futuros e contratação de um sistema de gerenciamento da malha viária de Porto Alegre.

Confira nossos perfis no Instagram, TwitterFacebook e Telegram e tenha acesso a todas nossas notícias.

Parte do valor deverá ser utilizado na execução do lote três da recuperação estrutural. Este lote inclui trechos de vias importantes da Zona Norte da cidade, como a avenida Assis Brasil. av. Sertório, rua Bernardino Silveira Pastoriza e rua dos Maias. Este modelo de recuperação envolve o estudo prévio da estrutura, a retirada do asfalto antigo (fresagem) e recuperação da base e sub-base da pista antes da aplicação do asfalto novo.

O recurso também será destinado à execução de serviços de recuperação funcional (lotes 1 e 3) realizados em pontos onde não é necessária a manutenção em uma camada tão profunda da estrutura. O asfalto antigo também é removido antes da aplicação do novo pavimento. Os lotes incluem trechos de vias como av. Princesa Isabel, rua Carlos Trein Filho e rua Anita Garibaldi. Parte dos recursos será utilizado na recuperação de 36 ruas e avenidas de Porto Alegre.

Estudos para contratações futuras – O financiamento também será destinado para a realização de diagnósticos e elaboração de projetos de engenharia para a recuperação de novos trechos. Estes estudos vão servir de base para futuras contratações de outros lotes que deverão ser executados a partir de 2023.

Gerenciamento da malha viária – A implantação do Sistema de Gerência de Pavimentos (Gerpav) também receberá parte dos recursos aprovados pela Câmara de Vereadores. O software serve para orientar a gestão municipal no gerenciamento da requalificação de vias. O programa auxilia a otimizar a aplicação de recursos disponíveis, além de possibilitar o cadastro das vias. O uso do Gerpav é exigido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e, de forma resumida, apresenta onde, quando e qual valor necessário para manter a malha viária da cidade em condições de tráfego.

“A requalificação das vias é importante para o conforto, segurança e tráfego de diversos tipos de veículos. Sempre temos que pensar que muitas pessoas trabalham no trânsito, como os taxistas, motoristas de ônibus e caminhões, além dos profissionais que fazem entregas em aplicativos. Além disso, o trabalho de recuperação funcional e estrutural de vias não fica apenas no asfalto. Os contratos também incluem a limpeza de redes de drenagem, bocas de lobo e instalação de redes de acessibilidade. É um serviço completo”, afirma o secretário municipal de Serviços Urbanos, Marcos Felipi, que acompanhou a votação.

O próximo passo é fazer as licitações para contratação de empresas que prestarão serviços de recuperação das vias da Capital. (PMPA)

Mais noticias do Porto Alegre 24 horas

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade