Prefeitura de Porto Alegre aprova projeto do Parque Pontal – Porto Alegre 24 horas

Prefeitura de Porto Alegre aprova projeto do Parque Pontal

Espaço é uma contrapartida legal à instalação de um complexo multiuso
Foto: Divulgação | Parque do Pontal

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smamus) aprovou nesta terça-feira, 21, o projeto do Parque Pontal, localizado na avenida Padre Cacique, junto ao Guaíba, na Zona Sul. Com a entrega deste parque, prevista para 2022, a cidade passará a contar com dez parques urbanos.

Confira nossos perfis no Instagram, TwitterFacebook e Telegram e tenha acesso a todas nossas notícias.

O Parque Pontal terá 29 mil metros quadrados, sendo 700 metros de orla, e deverá ser inaugurado no ano em que Porto Alegre completa 250 anos. O parque é uma contrapartida legal à instalação de um complexo multiuso de 114 mil metros quadrados que inclui shopping center, hotel, centro de eventos completo, uma torre multiuso e hub de saúde. “Com investimento de R$ 375 milhões, este empreendimento irá gerar 1,5 mil empregos diretos e indiretos”, informa o secretário da Smamus, Germano Bremm. O complexo está sendo construído pelas empresas Engenhosul e Melnick.

O local receberá playground com tema náutico e balanço com acessibilidade, área fitness, equipamentos de ginástica para melhor idade, estares integrados com equipamentos de descanso, cinco eixos de direcionamento visual para o Guaíba, iluminação, banheiros, mirante para apreciação da natureza, píer sobre o rio e plantio de árvores, além de transplante de árvores protegidas por legislação para local de destaque. A área contará ainda com duas trilhas interpretativas, sendo uma de resgate à história do antigo Estaleiro Só, onde se construíam e reparavam navios em Porto Alegre de 1850 a 1995, e outra com uma janela arqueológica para visualizar o pilar da antiga Estação do Asseio Público, que funcionava na área no século XIX para despejo de resíduos cloacais.

“Porto Alegre já conta com mais de dois milhões e meio de metros quadrados de área verde nos parques urbanos, sem contabilizarmos praças e áreas de preservação. Estes espaços têm importante valor ambiental, pois são responsáveis por termos temperaturas mais amenas, menos enchentes, redução da poluição do ar, abrigo à fauna silvestre, sem falar da importante função como espaços de lazer e convivência junto à natureza, em cidades onde cada vez mais pessoas moram em apartamentos”, destaca o diretor de Áreas Verdes da Smamus, Alex Souza, coordenador da unidade que realiza acompanhamento técnico à execução do projeto do novo parque. (PMPA)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade