BNDES libera recursos para investimentos de R$ 805 mil na segurança pública de Porto Alegre – Porto Alegre 24 horas

BNDES libera recursos para investimentos de R$ 805 mil na segurança pública de Porto Alegre

Está é a terceira liberação de recursos da instituição financeira para o projeto POA Segura
Foto: Robson da Silveira | PMPA

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A Prefeitura de Porto Alegre recebeu, nesta semana, aval do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para investir mais R$ 805,5 mil na aquisição de equipamentos e execução de projetos para reforma da sede da Guarda Municipal. Esta é a 3ª liberação de recursos da instituição financeira para o projeto POA Segura.

Confira nossos perfis no Instagram, TwitterFacebook e Telegram e tenha acesso a todas nossas notícias.

Foram aportados R$ 313,1 mil para aquisição de um caminhão baú com plataforma elevatória para a Guarda Municipal que auxiliará na logística de materiais, além de R$ 78,2 mil para execução de projetos complementares para reforma da sede do órgão de segurança e mais R$ 414 mil reservados para compra de 75 estações de trabalho e 45 monitores.

“Com os recursos aportados pelo BNDES, garantiremos a ampliação dos investimentos necessários em segurança para os cidadãos. Dentro do POA Segura, estamos atuando de forma integrada com os demais órgãos e população para reduzirmos, ainda mais, os índices de criminalidade”, afirmou o secretário municipal de Segurança, Mário Ikeda.

Ao todo, o POA Segura contará com investimento de R$ 60 milhões. Os recursos serão aplicados em equipamentos, infraestrutura e qualificação dos órgãos de segurança do município. Entre as ações previstas, está a instalação de mais 400 câmeras de videomonitoramento, além das 365 já existentes, assim como implementação de softwares de inteligência artificial e sistemas de informação.

Além disso, a Guarda Municipal, Defesa Civil e o Centro Integrado de Comando (Ceic) também serão qualificados e ampliados. O contrato entre Prefeitura e BNDES foi firmado em 2020. O primeiro aporte do financiamento foi de R$ 7 milhões e ocorreu em fevereiro deste ano, sendo destinado para o cercamento eletrônico. O segundo no valor de R$ 276,9 mil foi empregado para aquisição de coletes balísticos para os agentes de segurança.

O financiamento tomado junto ao BNDES para o POA Segura já teve 13,5% dos recursos aplicados em tecnologia e compra de equipamentos para a Guarda Municipal.

O programa de reformulação da segurança pública na Capital é dividido em três eixos:

Instrumentalização tecnológica
– Aquisição e implementação de sistemas de tecnologia e inteligência artificial.
– Equipamentos de reconhecimento facial e análise comportamental.
– Leitores de placa de veículos.
– Acréscimo de equipamentos ao sistema de videomonitoramento da cidade, com a instalação de mais de 400 novas câmeras, todas conectadas ao Ceic.
– Maior integração com a sociedade, através de investimento em apps de denúncia, envolvendo o cidadão na prevenção e resolução de ocorrências.

Instrumentalização do Ceic
– Ampliação da estrutura física, equipamentos utilizados e órgãos de atuação, fazendo do Ceic uma central de ampla integração dos serviços de ponta, prestando um atendimento mais ágil ao cidadão.

Instrumentalização operacional
– Investimentos para Guarda Municipal, Defesa Civil e administração da Secretaria Municipal de Segurança.
– Aquisição de novos armamentos, coletes, viaturas, quadriciclos, entre outros equipamentos.
– Destinação de uma sede própria para a instituição. Reforma do prédio municipal localizado no Parque Marinha do Brasil.
– Aquisição de equipamentos para Defesa Civil, como bote, linígrafos (equipamentos de medição de níveis de água), estações pluviométricas e meteorológicas capazes de qualificar a prestação de serviços no enfrentamento das situações de anormalidades e desastres.
– Ampliação e integração do Banco de Dados com os outros órgãos de segurança.

Sede – A sede própria da Guarda Municipal estará localizada no Parque Marinha do Brasil. O prédio deve ser reformado e ocupado em 2023. A mudança está vinculada ao projeto de valorização, modernização e fortalecimento do órgão de segurança. (PMPA)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade