Prefeitura de Porto Alegre retoma entrega de cartões do auxílio para vítimas de enchente
Foto: Filipe Karam/PMPA

Prefeitura de Porto Alegre retoma entrega de cartões do auxílio para vítimas de enchente

O montante já repassado para as vítimas ultrapassa R$ 1 milhão

Compartilhe esta notícia

A Prefeitura de Porto Alegre retoma, a partir desta terça-feira, 28, a entrega de cartões do Programa Municipal de Recuperação Emergencial e Auxílio Humanitário. Até sexta-feira, 1º, a expectativa é de que sejam distribuídas cerca de 400 unidades de auxílios para compra de eletrodomésticos e móveis ou para restabelecimento de negócios para vítimas da cheia de setembro. Cada um deles é pago em cota única, em cartão de débito do Banrisul, no valor de R$ 3 mil. Os benefícios do programa vêm sendo pagos desde 13 de outubro, e o montante já repassado para as vítimas ultrapassa R$ 1 milhão.

O foco do atendimento, atualmente, é na região das Ilhas, a área mais castigada pela cheia da última semana, quando o Guaíba alcançou o maior nível em 82 anos: 3,46 metros no dia 21. Os moradores serão contatados por telefone, pela prefeitura, para serem informados sobre os detalhes das entregas dos cartões.

Números – Dentro do escopo do programa, o Executivo já fez cerca de mil vistorias. Porém, outras mil solicitações mais recentes ainda estão em lista de espera. O trabalho teve de ser suspenso desde o último dia 19, em razão da nova cheia. Também já foram entregues 305 cartões de auxílios de compra de eletrodomésticos e móveis ou de restabelecimento de negócios e comércios. Além disso, ao menos 115 famílias já foram contempladas com depósitos do Estadia Solidária, outro benefício previsto no mesmo programa, que paga três parcelas mensais de R$ 700, podendo ser renovado por igual período.

Reforço – Nos próximos dias, o número de profissionais que fazem vistorias subirá de oito para 16. Eles irão finalizar as solicitações restantes da enchente de setembro e também apurar novas necessidades de benefícios para as vítimas do fim de novembro. Não há necessidade de se fazer novos pedidos de vistoria em unidades de Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou subprefeituras. A estimativa é de que todo o trabalho se encerre até o fim deste ano, já com o pagamento do benefício, quando a necessidade for constatada.

Ao mesmo tempo, o Executivo já faz busca ativa, entre as pessoas que estão em abrigos ou residências improvisadas, para apurar eventual necessidade de novas concessões de Estadia Solidária, que garantem ajuda financeira para moradia em local provisório.

Famílias que receberam até 19 de novembro os cartões e perderam aquisições feitas com o benefício na cheia de novembro poderão receber depósito complementar. Quem se enquadrar nesta situação específica deve procurar a subprefeitura das Ilhas (rua Capitão Coelho – Praça Salomão Pires de Abraão, s/nº, Ilha da Pintada) ou abrir um pedido no 156.

 

Texto: Samuel Bizachi/PMPA

Cobertura do Porto Alegre 24 Horas

Quer ficar por dentro sobre as principais notícias do Brasil e do mundo? Siga o Porto Alegre 24 Horas nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Tem também o nosso grupão do Telegram.

Siga o Porto Alegre 24 Horas no GOOGLE News!