A recontagem manual dos votos na Geórgia (EUA) confirmou a vitória de Joe Biden no Estado, de acordo com autoridades eleitorais. Segundo números oficiais, Biden venceu Donald Trump por 12.284 votos de vantagem: uma redução de 496 votos em relação ao apurado inicialmente.

Com a confirmação do resultado, o democrata chega a 306 delegados no Colégio Eleitoral, contra 232 do atual presidente. A recontagem ocorreu porque a apuração dos votos na Geórgia terminou com uma diferença muito pequena, de apenas 0,28 ponto percentual para Biden.

De acordo com o auditor Gabriel Sterling, a vantagem de Biden sobre Trump diminuiu levemente porque as autoridades incluíram um pacote com novas cédulas que não haviam sido contadas na primeira apuração.

Como a diferença se manteve abaixo de 0,5 ponto percentual, Trump ainda tem a chance de pedir recontagem. Nesse caso, porém, o procedimento ocorrerá eletronicamente.

Trump não aceita a vitória de Biden na disputa pela Casa Branca, alegando que houve fraudes no processo eleitoral. Apesar de as projeções indicarem a vitória do democrata, o resultado oficial do pleito ainda não foi divulgado.

O Sul