Todo mundo sabe que a pandemia do novo coronavírus atingiu todos os setores da economia e as emissoras de televisão não ficaram isentas a isso. Na Globo, por exemplo, já vimos o término do contrato de grandes nomes da emissora como Miguel Falabella, Tarcisio Meira, Gloria Menezes, entre outros.

E, depois do encerramento do contrato de Marcius Melhem, que coordenava os projetos de humor da emissora, parece que o setor será atingido por mais uma onda de demissões.

De acordo com uma fonte de OFuxico, mais de 100 funcionários não terminarão o ano como empregados da Globo, porém, ele não citou nenhum humorista nesta lista, destacando que as partes mais atingidas seriam as dos redatores e cenografia.

O OFuxico entrou com contato com a emissora que não confirmou as demissões, mas deixou claro que está no planejamento para 2021 “unificar” os programas de humor.

“O humor é fundamental para a composição dos nossos conteúdos. Diante dos desafios impostos pela Covid, que têm impactado muito nossos cronogramas de produção, optamos, em 2021, por reunir todo o potencial criativo da Globo em um programa novo, juntando as equipes do ‘Fora de Hora’, ‘Zorra’ e ‘Escolinha’”, disse a CG-COM.

“Vamos oferecer para o espectador o melhor de cada gênero de humor, num programa variado e com muitas possibilidades de desdobramentos futuros. Será um verdadeiro laboratório de formatos e talentos que poderá nos trazer mais novidades”, finalizou. (O Fuxico)