Siga o Porto Alegre 24 Horas no Google News

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) reuniu em uma cartilha orientações para diminuir os riscos de transmissão da covid-19 durante o período de festas de fim de ano. A recomendação principal da entidade é ficar em casa e celebrar o Natal e réveillon apenas com as pessoas que moram na mesma residência.

Porém, àqueles que desejam fazer reuniões com outras pessoas, a orientação é estipular um limite de convidados, garantindo o distanciamento de 2 metros. Outra dica é realizar a reunião em um local aberto e ventilado.

Mesmo seguindo todas as orientações, a Fiocruz alerta: “Nenhuma medida é capaz de impedir totalmente a transmissão da covid-19”, diz a cartilha.

Confira as recomendações gerais de segurança:

  • Use máscara sempre que não estiver comendo ou bebendo;
  • Tenha um saco para guardar a máscara quando estiver comendo ou bebendo e a mantenha limpa e seca entre os usos;
  • Tenha uma máscara limpa extra, para o caso de necessidade de troca (tempo de uso, umidade ou sujeira);
  • Evite aglomerações e mantenha a distância de, pelo menos, 2 metros entre os participantes;
  • Evite apertos de mão ou abraços;
  • Dê preferência a locais abertos ou bem ventilados. Evite o uso de ar-condicionado;
  • Lave as mãos com frequência durante o evento com água e sabão ou use álcool;
  • Não compartilhe objetos, como talheres ou copos;
  • Após tocar em objetos que estejam sendo compartilhados com outros convidados (ex: utensílios para servir a comida, jarras e garrafas), lave as mãos com água e sabão ou álcool

O documento ainda traz dicas para o preparo do ambiente e dos alimentos para quem vai receber convidados em casa, reforçando que essa escolha expõe as pessoas a diferentes níveis de contágio.

Ambiente e convidados

  • Limite o número de convidados de acordo com o tamanho do espaço, permitindo que as pessoas mantenham distância de 2 metros entre si;
  • Oriente seus convidados a levarem suas próprias máscaras;
  • Evite música alta para que as pessoas não tenham que gritar ou falar alto. Caso alguém esteja contaminado com o vírus, lançará um número maior de partículas virais no ambiente;
  • Dê preferência a locais abertos ou bem ventilados. Evite o uso de ar condicionado;
  • Não deixe que os convidados formem filas para serem servidos;
  • Oriente os convidados a não se sentarem todos reunidos na hora da ceia. Organize espaços separados para pessoas que moram juntas;
  • Tenha sabão e papel para secagem de mãos disponíveis no banheiro. Evite o uso de tolhas de pano;
  • Disponibilize álcool em gel nos ambientes;
  • Utilize lixeiras com pedais para que as pessoas descartem seus lixos sem precisar colocar as mãos na tampa. Lave as mãos após esvaziar a lata de lixo.

Preparo e forma de servir os alimentos

Outra orientação da Fiocruz é evitar compartilhar a ceia. Segundo a cartilha, o ideal é orientar os convidados a levar sua própria comida e bebida. Caso isso não seja possível, as orientações são as seguintes:

  • Lave as mãos antes de preparar a comida e use máscara durante o preparo;
  • Limite o número de pessoas no ambiente em que a comida estiver sendo preparada ou manuseada;
  • Caso ofereça bebidas, disponibilize-as em embalagens individuais (latas ou garrafas), arrumadas em baldes com gelo, para que as pessoas possam se servir sozinhas;
  • Ofereça condimentos, molhos para salada ou temperos embalados individualmente, sempre que possível;
  • Evite o compartilhamento de utensílios para servir a comida. Pratos e bebidas em recipientes não individuais devem ser servidos por uma única pessoa. O responsável deve lavar as mãos antes de servir e sempre usar a máscara;
  • Após o evento, lave toda a louça em água corrente e com detergente, ou use a máquina de lavar louças.

(Catraca Livre)