Vídeo: corpo é embalado em saco ao lado de pacientes em UTI

Vídeo: corpo é embalado em saco ao lado de pacientes em UTI

Servidores do Hospital de Santa Maria, no Distrito Federal, denunciaram a falta de protocolo com um paciente morto e com os que estão em tratamento na unidade
Reprodução

Compartilhe esta notícia

Funcionários do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) denunciaram a exposição de pacientes e o uso de sacolas de lixo para enrolar uma vítima da Covid-19 na unidade de terapia intensiva (UTI). De acordo com relatos e imagens, o corpo embalado em saco preto e fita crepe estava em uma maca ao lado de pessoas internadas.

A enfermeira que expôs a situação à reportagem desabafou: “Estão embalando óbitos com sacola de lixo por falta de invólucro. Pedi para filmar e denunciar. Desumana essa situação”, lamentou.

O drama ocorre na unidade de saúde administrada pelo Instituto de Gestão Estratégica (Iges). O corpo estava na maca na noite de segunda-feira (5/4), no primeiro andar da UTI para pacientes com Covid-19.

De acordo com especialistas ouvidos pelo Metrópoles, o protocolo correto para embalar paciente que morreu em decorrência da Covid-19 deveria ser o invólucro específico para óbito, borrifado com hipoclorito de sódio. A má conduta pode contaminar quem vai manipular o corpo.

Metrópoles entrou em contato com a Secretaria de Saúde e com o Iges, mas, até o fechamento desta reportagem, a pasta e o instituto não tinham respondido à demanda. O espaço permanece aberto.

Fonte: Metropoles

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade