A situação financeira da prefeitura e as estratégias adotadas para reverter a crise nas finanças foram pauta de reunião com o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), na manhã desta quarta-feira, 24. O encontro reuniu o prefeito Nelson Marchezan Júnior, o vice Gustavo Paim, o secretário municipal de Saúde, Erno Harzheim, e o presidente do Simers, Paulo de Argollo Mendes, na sede da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Conforme Marchezan, foi uma conversa bastante produtiva, com transparência total dos números da prefeitura. “Apresentamos a situação financeira do município, o fluxo de caixa e as previsões da nossa Capital para este ano e o próximo, além de mostrarmos as estratégias de gestão e recuperação desta situação falimentar”, afirmou o prefeito.

O secretário Erno Harzheim destacou o que a pasta pode fazer para auxiliar neste contexto, no sentido de manter a saúde da população de Porto Alegre sem restrições. “Algumas decisões têm um motivo real de existir e vão justamente na direção de manter a qualidade da prestação do serviço médico e do vínculo dos profissionais com a prefeitura”, explicou.

O presidente do Simers considerou importante a disponibilidade do prefeito e do secretário em buscar o diálogo com a categoria médica, demonstrando atitude de boa vontade. “Há muito não víamos uma disposição ao diálogo para procurar soluções em conjunto”, comentou. Segundo ele, os dados serão levados para análise da categoria.

Também participaram do encontro o diretor do Hospital de Pronto Socorro, Amarílio Vieira de Macedo Neto, a diretora do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, Adriani Galão, e os diretores de Atenção Hospitalar e Regulação, João Marcelo Lopes Fonseca e Jorge Luiz Osório. PMPA