Chuvas devem continuar no mês de junho

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp





Preparem as suas sombrinhas, capas e galochas. As chuvas que atingem o estado devem ser uma realidade recorrente nesse mês de junho. Além da atual frente fria, que traz um grande acumulado de precipitação, a partir de domingo, tem outra instabilidade se formando. Os reflexos devem ser similares, trazendo muita chuva para os gaúchos.

“Esta condição de “chove e para” vai continuar durante todo o mês de junho e principalmente na primeira quinzena, onde são esperados os maiores acumulados, por conta de bloqueio atmosférico acumulado no sudeste do Brasil, que impede que as frentes frias avancem em direção ao sudeste. Elas acabam se formando e ficando presas no Rio Grande do Sul, por isso essa condição de tempo bastante instável”, revela Maria Clara Sassaki, meteorologista do SOMAR.

O mês de junho marca também o início do inverno, no dia 21. Maria Clara, contudo, garante aque as temperaturas não devem cair tanto. “Não temos uma expectativa de temperaturas fora da média, pois estamos em uma situação de neutralidade no oceano pacífico. Isso faz com que as temperaturas acabem não registrando valores extremos”, ressaltou, ainda lembrando que em situações de La Niña a oscilação de temperatura seria maior.

O frio deve ficar mais intenso somente no fim da estação do inverno. (Band RS)