“Posso levar 40 pontos na CNH?” Não é bem assim; veja as regras – Porto Alegre 24 horas

“Posso levar 40 pontos na CNH?” Não é bem assim; veja as regras

Antigamente, ao atingir 20 pontos em infrações, o condutor perdia o direito de dirigir. Veja como fica a situação a partir das mudanças de 2021. Nem todos podem ser beneficiados.
Foto: Reprodução/Internet

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

O novo Código de Trânsito Brasileiro entrou em vigor em abril de 2021. Antes disso, o limite de pontos de infração para a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) era de 20.

Contudo, o novo CTB estabeleceu regras diferentes e ampliou a quantidade máxima de pontos possíveis. Porém, nem todos podem ser beneficiados pelas regras; entenda o porquê.

Agora o direito de dirigir é suspenso quando:
O motorista atinge 20 pontos, com duas ou mais infrações gravíssimas;
30 pontos, com uma infração gravíssima;
40 pontos, sem nenhuma infração gravíssima ou se exercer atividade remunerada.
Dessa forma, se o motorista receber duas multas gravíssimas, o máximo de pontos possível são 20. Com uma multa gravíssima, a pontuação limite vai a 30. Apenas quem não cometer multas gravíssimas poderão receber até 40 pontos sem ter suspensão da CNH.

Tipos de infrações:
Leves (3 pontos) – exemplos: dirigir sem atenção; falta manutenção em veículos; estacionar em acostamento; parar sobre faixa de pedestres; parar em canteiros centrais; usar buzina entre 22h e 6h; não portar documento etc.

Médias (4 pontos) – exemplos: jogar objetos ou substâncias pelo veículo; parar por falta de combustível; estacionar em desacordo com o CTB; transitar em velocidade inferior à metade da máxima; não respeitar distância de segurança etc.

Graves (5 pontos) – exemplos: não usar cinto de segurança; não prestar socorro à vítima; conduzir veículo com características alteradas; ter CNH vencida etc.

Gravíssimas (7 pontos) – exemplos: dirigir sem ter CNH; transitar pela contramão, estacionar em vaga PCD/Idoso; avançar sinal vermelho, avançar sinal de parada etc.

Auto-suspensivas – exemplos: dirigir sob influência de álcool; disputar corridas; exibir e efetuar manobras perigosas; transpor bloqueio policial etc.

Consultas:
É possível consultar todos os dados referentes à CNH do condutor no site do Detran de seu estado. Em área específica, o condutor pode acompanhar o andamento dos processos, inclusive o de suspensão.
Fonte: Portal Capitalist

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade