Mayra Cardi defende marido Arthur Aguiar por tê-la traído 16 vezes: ‘é uma vítima da sociedade’ – Porto Alegre 24 horas

Mayra Cardi defende marido Arthur Aguiar por tê-la traído 16 vezes: ‘é uma vítima da sociedade’

Influencer explica porque voltou ao relacionamento após traições, dizendo que se sentia mais feliz ao colocar o orgulho de lado
Foto: Reprodução

Compartilhe esta notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A ex-BBB e influencer Mayra Cardi defendeu o marido, Arthur Aguiar, após ele tê-la traído ao menos 16 vezes. Segundo Cardi, Aguiar é uma vítima da sociedade, já que a visão machista o incentivaria a não ficar satisfeito com um único relacionamento. “Meu marido, e não é defendendo, também é uma vitima da sociedade.

Confira nossos perfis no Instagram, TwitterFacebook e Telegram e tenha acesso a todas nossas notícias.

Tem uma parcela de culpa, de responsabilidade, não poderia fazer o que fez, mas foi educado dessa maneira. A mesma mãe que educa a filha para ser uma princesa, educa o filho para comer o maior número de mulheres”, afirmou durante entrevista ao podcast do empreendedor e ‘coach’ Joel Jota. O próprio Aguiar admite ter sido infiel, tendo lançado a música ‘Regue o Amor’, dedicada para a esposa, com o verso ‘não sei nem quantas vezes eu te traí’. O casal tem uma filha pequena, Sophia.

Em outro ponto da entrevista, Mayra explicou porque considerou ter tomado a atitude certa ao voltar para o relacionamento com Aguiar. “As mulheres me encontram na rua e elas falam: ‘eu não vou admitir. Eu amo meu marido, mas eu não vou voltar com ele porque eu me amo’. Eu falo para elas: ‘não é que você se ama, é que você tem orgulho. Porque se você se amasse, você não estaria fazendo isso com você. Você acabou de me dizer que está sofrendo, mas não volta.

O nome disso é orgulho e não amor próprio’”. Amor próprio é fazer aquilo que te faz bem. Se te faz bem estar com ele, é por orgulho que você não está voltando. Então, a gente confunde muito amor próprio com orgulho. ‘Ai, eu tenho amor próprio’, não, você é orgulhosa. Aí se ela botar na balança e ver que ele faz mal, não volta, mas não voltar por orgulho, porque se ama e acha que isso é amor próprio? Não, isso é ego”, finalizou. (Jovem Pan)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Políticas de privacidade